Foto: Sam Oliver
Por Sam Oliver
 
       A fase de construção na BR 135 já começou, são ao todo 6 praças de pedágio e 5 bases operacionais de atendimento ao usuário.
 
O projeto começou a ser colocado em prática em 1º de julho de 2018 e conta com cinco praças de pedágio na BR-135 e uma na LMG-754.
 
De acordo com previsões, o valor da tarifa a ser cobrada será de R$ 6,26 reais à partir de abril de 2019, com direito a mudança, já que os números estão sujeitos a correção, de acordo com o índice de inflamação acumulada no período.
 
As praças de pedágio serão no KM 399, Km535, Km 523, Km 583, Km 634 e uma na LMG-754, no Km 25. Serão privatizados 364 quilômetros pela empresa e estão previstas no cronograma a duplicação de 136 quilômetros nos trechos Montes Claros/Bocaiúvae Corinto/Curvelo, a ser concluída até 2023, além da implantação de 110 quilômetros de terceiras faixas entre Bocaiúva e Corinto.
 
Para as rodovias LMG-754 e MG-231 estão previstos 80 quilômetros de acostamento e a construção do Contorno de Cordisburgo com 3,5 quilômetros de extensão. As três rodovias receberão ainda 6 quilômetros de vias marginais, 33 interseções em nível, 14 novas passarelas, 67 paradas de ônibus e melhorias em 120 acessos.
 
A concessionária ECO135 irá administrar as rodovias por 30 anos e serão investidos cerca de 1,9 bilhão em obras e melhorias, sendo R$1,1 bilhão já nos primeiros cinco anos do contrato, como diz a assessoria de comunicação da empresa.