Foto: Ana Carolina Ferreira/Arquivo pessoal
Texto: Samuel Oliver
Edição: Samuel Oliver
 
   
        O homem que foi suspeito de ejacular em uma mulher em uma papelaria de Montes Claros foi identificado pela Delegacia Especializada em Atendimento á Mulher (Deam). Outras duas vítimas prestaram depoimento contra o homem e o reconheceram nas filmagens da papelaria.
 
O suspeito é natural da Bahia e trabalha como autônomo na cidade. Espera-se que o homem se apresente nessa próxima terça-feira (12) com a presença de algum advogado.
 
O caso aconteceu no dia 31 de janeiro desse ano, quando o homem teria ejaculado na vítima. De acordo com a mulher, que estava fazendo compras com a filha de 13 anos, ela havia percebido a movimentação estranha do suspeito, que andava sempre com uma mochila na frente dos órgãos genitais e rondava mulheres dentro da papelaria durante toda uma tarde.
 
A vítima identificou a presença de um fluido em sua calça e avisou a funcionária da papelaria que fica no Centro de Montes Claros. Após a confirmação de que o fluido se tratava de semên, a mulher vasculhou as imagens registradas pelas câmeras internas da papelaria e constatou  o ato feito pelo suspeito.
 
O caso encontra-se em investigação pela Delegacia Especializada em Atendimento á Mulher (Deam).